Ter, 31 de maio de 2016
Pedaladas de Carnaval: Braço do Norte, Grão-Pará e Orleans
Escrito por: Rodrigo Martins

O sineiro já havia incomodado metade do arrabalde e nada de meu Tio acordar. Na rua apenas nós e uma trinca de jaguaras que fazia sua ronda matinal atrás de comida. Tomamos nosso segundo café da manhã bastante sossegados já em terras braçonortenses por volta das nove horas e na mesa posta, Coca-Cola e cavaquinho a vontade. O GPS deu aquela madrugadora surtada costumeira deixando-nos sem saber por onde seguir e antes mesmo de conseguirmos ajustar o prumo novamente, a bicicleta do Toninho enguiçou bem prestes a adentrarmos no mundo do nada. Já rodando pelas cercanias de Grão Pará, encontramos a mais esquisita das lojinhas de bike e juro ter visto o mecânico perambulando no Condado em um dos filmes de O Senhor dos Anéis. Bastou uma chave de fenda e o conhecimento certo para fazer o grupo ...

Leia mais »
Ter, 12 de abril de 2016
O contorno das lagoas de Imaruí e Mirim
Escrito por: Rodrigo Martins

Numa gelada manhã, em fins de agosto, encasquetamos de contornar as lagoas do Mirim e do Imaruí, lá pelos arrabaldes do sul do estado em Imbituba, Laguna e cercanias. A ideia era dar uma longa esticada girando acima dos cem quilômetros sem penar morro acima, deixando a dificuldade apenas para o multifacetado vento sul, que por aquelas bandas sopra irritantemente pelos quatro cantos. Pelo generoso acostamento da BR-101 iniciamos a jornada saindo de terras imbitubenses em ritmo acelerado rumo a tão falada ponte de Laguna. Bem ao longe já se consegue enxergar a imponente estrutura que foi esticada sobre o canal das Laranjeiras na Lagoa de Santo Antônio. Com pompas de requintada por ter sido a primeira no estilo “estaiada em curva” erguida em terras tupiniquins, a ponte Anita ...

Leia mais »
Seg, 14 de março de 2016
Enveredando pela Serra dos Tropeiros de Leoberto Leal
Escrito por: Rodrigo Martins

Notória por sediar a fábrica do cultuado Guaraná Pureza, Rancho Queimado situa-se 65 km distantes de Florianópolis e para chegar em seu distrito mais conhecido, é necessário uma beiradinha de quase uma dezena de quilômetros além, saindo da sua pacata pracinha principal em sentido oeste. Para pedalar por aquelas cercanias e voltar a tempo de filar a janta em casa é preciso madrugar e encarar a movimentada 282 serra acima - e a regra é a de sempre: quem estiver com menos sono dirige! Com todos chegando no horário combinado (algo pouco comum), conseguimos iniciar a brincadeira por volta das 7h30 em um friorento e azulado amanhecer que quase congelou as remelas de quem ainda queria dormir um pouco mais. A mesma estradinha de chão esburacada e repleta de curvas que descemos de carro para ...

Leia mais »
Patrocínio
Pizza Bis
Apoio
LaiLai EntregaBeleza BikFURBO ConfecçõesOndePedalar.com.br
Sigam-nos
Strava
© 2016 - pedaladas.com.br
Desocupado N°: 328792